Varejo de moda registra crescimento e mantém otimismo com liberação do FGTS

Após um período de economia estagnada no primeiro trimestre deste ano, o varejo de moda registrou um crescimento de 23,7% no mês de julho deste ano. No segundo trimestre, sete das nove empresas listadas pela B3 (a bolsa de valores oficial no Brasil) registraram crescimento acima da Ibovespa.

Segundo dados do jornal Valor Econômico, juntas totalizaram valor de mercado de R$ 82,6 bilhões, com crescimento de 23,7% (cerca de R$ 16,5 bilhões). Segundo especialistas, dois fatores tiveram relação com a alta no setor: o primeiro foi a aprovação da reforma da Previdência na Câmara, que trouxe mais otimismo ao setor. Outro aspecto que deverá produzir um aquecimento no setor é a liberação do FGTS no mês de setembro, o que promete um consumo adicional no setor. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e da Confecção (Abit) estão previstos cerca de 6 bilhões de reais a mais de lucro nos próximos dois meses.

A permanência do tempo frio também é responsável por estimular o mercado com compras de produtos com margem de lucro maior.

Fonte: Portal Novarejo